NOTÍCIAS


22Oct Abiec e Apex devem investir R$ 6,3 milhões para promover carne brasileira no exterior até 2016.

Abiec e Apex devem investir R$ 6,3 milhões para promover carne brasileira no exterior até 2016.

A Associação Brasileira das Indústrias Brasileiras de Carnes (Abiec) e a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil) devem investir R$ 6,3 milhões para incentivar as vendas externas de carne bovina brasileira até 2016. A parceria tem como objetivo aumentar a participação do país no mercado global da proteína. Hoje, o Brasil é o maior exportador de carne bovina no mundo.

Desde 2001, as duas entidades investiram cerca de R$ 34 milhões em ações de promoção das exportações brasileiras. Segundo a Abiec, desde então as vendas externas de carne bovina do país cresceram mais de 530%, alcançando US$ 6,7 bilhões em 2013. Para este ano, a associação estima que as exportações batam um novo recorde, com faturamento total de US$ 8 bilhões.

Na avaliação do presidente da Abiec, Jorge Antônio Camardelli, o convênio com a Apex é positivo porque "permite expandir mercados e ampliar os negócios (do setor) por meio de ações dirigidas e focadas".

A agência também tem parceria semelhante com as companhias exportadoras de aves e suínos. Segundo a Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA), além da promoção das vendas externas, o setor e a Apex negociam agora projetos que permitam aumentar o valor agregado das carnes suína e de frango.

– A agregação de valor é o caminho lógico para a expansão da pauta exportadora de aves e suínos do Brasil, e a Apex-Brasil é uma grande apoiadora desta estratégia. Neste sentido, iniciaremos uma consulta às empresas interessadas para construir a viabilidade desta proposta – explica o presidente executivo da ABPA, Francisco Turra.

No acumulado de 2014, as exportações de carne de frango somam US$ 5,882 bilhões, uma queda de 1,7% na comparação com a receita registrada no mesmo período do ano passado. Já as vendas externas de carne suína totalizam US$ 1,036 bilhão até outubro, alta de 13,2% ante com 2013. 

FONTE: CANAL RURAL